Thursday, May 18, 2006

Paul em El Dorado

No Nepal tudo é barato
No Nepal tudo é muito barato
No Nepal tudo é barato
No Nepal tudo é muito barato

No Nepal existe uma praça
Onde fica um monte de dinheiro
Quem precisa tira o que precisa
E quem ganha bota lá de novo
Lá não tem problema financeiro
E o povo é sempre muito ordeiro

No Nepal a juventude canta
E cultiva flores de outras terras
Pinta o corpo de todas as cores
E procura sempre as coisas certas
No Nepal o casamento é livre
E os sinais das ruas sempre abertos

No Nepal o ar é cristalino
E a verdade vem dentro dos ventos
E o carinho rende juros fortes
E o povo vive só de rendas
Eu te convido, companheira amada
A fugir para o Nepal comigo

(Fredera/Frederyko)

3 Comments:

Blogger acesso-raro said...

Domigos, onde estão os links dos álbuns que você tem postado aqui?
Outra dúvida: não entendi seu cometário no meu blog. Afinal, o que faltou na correção que você me enviou?

10:59 AM  
Blogger Domingos Junior said...

acesso-raro, não existem links para os discos que cito aqui. Alguns foram relançados em cd, outros, não. De qualquer maneira, podem ser encontrados em programas do tipo Soulseek. A minha intenção é dizer alguma coisa do que penso sobre esses álbuns. Se você quiser, pode colocar o conteúdo dos discos no seu blog e fazer referência ao que leu aqui. Você decide.
(Eu expliquei de novo o que falei sobre os discos do Piri e da Nara Leão no seu blog, certo?)

3:32 AM  
Blogger jose carlos said...

Parabéns pelos belos poemas postados.
Desculpe incomodá-lo neste lugar, é que estou tentando baixar aquele LP de Sérgio Ricado e Piri que você deixou uma mensagem elogiando e talvez tenha baixado.
Não consegui fazer o download, talvez a página não esteja mais em funcionamento.
Se você pudesse me mandar por e-mail ( apesar de ser uma pasta grande ) lhe agradeceria. Mande a pasta zipada como foi baixada, que fica um pouco menor.
Obrigado.
jose carlos
josecarlos@pesqueira.com.br

12:08 PM  

Post a Comment

<< Home